20 de Agosto de 2019

Prevenção: dois casos de sarampo e quatro em investigação em Sergipe

Em Sergipe, já foram 15 notificações de sarampo, quatro em investigação, dois casos confirmados e nove descartados. Por esse motivo, a atual situação do sarampo em Sergipe está sendo pautada em reuniões para alinhamento das estratégias de prevenção e as próximas ações que devem ser intensificadas pelos municípios sergipanos.

 

PREVENÇÃO

 

 A prevenção contra a doença infecciosa se dá a partir da vacinação que está disponível diariamente nos postos de saúde. A primeira dose deve ser no primeiro ano de vida de uma criança, além delas, adultos que por algum motivo não tenham sido vacinados ou que não tenham como comprovar a vacinação com o cartão de vacina também devem ser imunizados. A coordenadora de Vigilância Epidemiológica da SES, Sheyla Teixeira, destaca a importância e como deve ser realizado o processo de vacinação para que o sarampo seja evitado.

 

"A rotina de vacinação deve ser iniciada com a tríplice viral, nos primeiros 12 meses de vida de uma criança, está irá prevenir o sarampo, rubéola e a caxumba, após três meses essa mesma criança deve receber a segunda dose, a tetra viral, que além de prevenir as doenças citadas anteriormente, também imunizará contra a catapora. Em relação aos adultos até 29 anos que não foram vacinados devem receber duas doses de vacina com intervalo de 30 dias e as pessoas de 30 a 49 anos precisam receber apenas uma dose”, enfatiza.